Obra já disponível

Raríssimas reúne em livro 14 contos "raros" de escritores e personalidades portuguesas

Foto
DR

A Raríssimas, Associação Nacional de Doenças Mentais e Raras lançou o desafio: queria propor a personalidades e escritores que escrevessem um conto sobre o que é para cada um raro. E o desafio foi respondido por 14 individualidades, entre os quais os escritores José Luis Peixoto e Jacinto Lucas Pires, Rosa Lobato de Faria e Carlos Pinto Coelho. O resultado é um livro de contos cuja receita reverte, na totalidade, a favor da Raríssimas.

Há 12 anos que, para onde quer que vá fazer uma intervenção sobre a Raríssimas, Paula Costa, presidente da associação, leva consigo uma carta com um conto sobre a vida de uma mãe confrontada com uma doença rara. O conto, que recebeu, por carta, é de um autor anónimo que nunca chegou a conhecer: “Ainda hoje o leio em todos os sítios do mundo onde faço intervenções”.

Há um ano lembrou-se de lançar um desafio a autores portugueses: “Propusemos a várias personalidades que escrevessem sobre o que era raro para eles”. O resultado surge agora publicado num livro com o nome de "Histórias Raríssimas". Ao todo são 126 páginas com 14 contos, para adultos e crianças, sobre um rapaz raro, que sabia como ser feliz, como conta José Luis Peixoto ou de um gato raro que não gostava de caçar ratos, como conta a jornalista Fernanda Freitas. Ou ainda de pedras raras, do conto de Rosa Lobato de Faria.

O livro, com prefácio assinado por Maria Cavaco Silva, está já à venda, custa 14,99 euros e a receita da sua venda reverte totalmente a favor da Raríssimas.