Xi Haoliang chegou a ser condenado à morte

Activista chinês de Tiananmen libertado após 18 anos de prisão

Xi, hoje com 40 anos, chegou a ser condenado à pena de morte por actividades contra-revolucionárias
Foto
Xi, hoje com 40 anos, chegou a ser condenado à pena de morte por actividades contra-revolucionárias DR

Um homem que foi condenado pela sua participação na revolta de 1989 na Praça de Tiananmen, na China, foi libertado esta semana, após 18 anos de prisão, avança a AFP, que cita activistas dos direitos humanos.

Xi Haoliang já saiu da prisão, avançou o activista Sun Liyong, que está a viver na Austrália.

Xi, hoje com 40 anos de idade, chegou a ser condenado à pena de morte por actividades contra-revolucionárias. Segundo o Centro para os Direitos Humanos e Democracia de Hong Kong, Xi Haoliang viu a sua pena comutada, o que lhe permitiu sair agora da prisão.

Cerca de uma centena de activistas que participaram nas manifestações de Tiananmen continuam presos, segundo Sun Liyong.

Sugerir correcção