Melhor Longa-Metragem e Melhor Filme

"Coisa Ruim" e "Alice" vencem Festival Caminhos do Cinema Português

O festival exibiu 130 produções do cinema português
Foto
O festival exibiu 130 produções do cinema português DR

O juri da XIII edição do Festival Caminhos do Cinema Português atribuiu os prémios Melhor Longa-Metragem na Categoria Película a "Coisa Ruim" e o Prémio Melhor Filme a "Alice".

O festival, que decorreu desde 21 de Abril no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, e encerrou oficialmente ontem, exibiu 130 produções do cinema português em diversos formatos e géneros.

O júri do festival, constituído por António Ferreira, José Miguel Ribeiro e Jorge António, atribuiu o Prémio Melhor Longa-Metragem na Categoria Película e o Prémio Cidade de Coimbra a "Coisa Ruim", de Tiago Guedes e Frederico Serra.

Na justificação da escolha os jurados destacaram "a consistência da construção narrativa, dos personagens e rigor técnico" e ainda "a ousadia na abordagem a um género inexistente no cinema português".

"Alice", de Marco Martins - uma obra que já conquistou diversos galardões no estrangeiro - recebeu o Prémio de Melhor Filme "pela força narrativa, intensidade dos personagens e pela forma emotiva como aborda o tema".

O Prémio Melhor Curta-Metragem na Categoria Película e o Prémio Rua Larga foram atribuídos ao filme "A Estrela", de António Duarte, "pela forma como nos conduz no universo infantil dos sonhos".

"Falta-me", de Cláudia Varejão, recebeu o Prémio Melhor Documentário "pela originalidade e eficácia da construção do filme".

Nesta edição, o festival - único em Portugal que visa exibir exclusivamente a produção nacional de filmes do ano precedente - apresentou um ciclo de cinematografia francesa, organizado em conjunto com o Instituto Franco-Portugais e a Alliance Française de Coimbra.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações