Eleições presidenciais

Cavaco Silva e Mário Soares encerram hoje ciclo de debates televisivos

Mário Soares e Cavaco Silva atribuíram um grau de importância diferente ao debate de logo à noite
Foto
Mário Soares e Cavaco Silva atribuíram um grau de importância diferente ao debate de logo à noite João Abreu Miranda/Lusa

Cavaco Silva e Mário Soares encerram hoje o ciclo de debates televisivos entre os candidatos a Presidente da República com apoio dos partidos com assento parlamentar, num confronto que o antigo chefe de Estado já admitiu ser um dos mais importantes que já travou.

"Talvez seja o mais importante", admitiu ontem Mário Soares. Uma atitude diferente revelou, no domingo, o candidato apoiado pelo PSD e pelo CDS-PP, Cavaco Silva, desvalorizando a importância do frente-a-frente: "Não vão ter influência decisiva nos resultados eleitorais".

Cavaco Silva negou também que este debate, que se irá realizar na RTP1, requeira "mais preparação" do que os que já travou com os outros candidatos às presidenciais. "Eu não descrimino entre candidatos, respeito-os a todos. Já tive três debates, agora é o último e não vai requerer mais preparação do que os outros", sublinhou.

Dos debates entre candidatos presidenciais já realizados, o confronto entre os socialistas Mário Soares e Manuel Alegre foi o mais visto, com cerca de 1,7 milhões de espectadores.

Os debates Cavaco Silva/Francisco Louçã (TVI) e Cavaco Silva/Manuel Alegre (SIC) estão em segundo lugar no "top" dos frente-a-frente televisivos, cada um com uma audiência média de 16,2 por cento, ou seja, tiveram cerca de 1,5 milhões de espectadores.

O único debate que não atingiu o milhão de espectadores foi entre Manuel Alegre e Francisco Louçã, com uma audiência medida de 10,2 por cento (900 mil espectadores), no dia 12, na RTP1. Os outros debates presidenciais tiveram audiências médias semelhantes.

O frente-a-frente entre Jerónimo de Sousa e Cavaco Silva na TVI, no dia 13, foi visto por cerca de 1,163 espectadores e o debate Jerónimo de Sousa-Francisco Louçã, no dia 15, foi visto por 1,021 milhões de pessoas. O confronto entre Mário Soares e Jerónimo de Sousa, no dia 8 na RTP1, foi visto por 1,182 milhões de pessoas.

O ciclo de debates iniciou-se no dia 5 de Dezembro, com um frente-a-frente entre Cavaco Silva e Manuel Alegre.