Anunciou Braga da Cruz

Universidade Católica quer Faculdade de Ciências da Saúde em Sintra

A instituição tem um projecto, já apresentado ao Governo
Foto
A instituição tem um projecto, já apresentado ao Governo Adriano Miranda/PÚBLICO

A Universidade Católica Portuguesa quer criar em Sintra uma faculdade de ciências da saúde, revelou ontem o reitor da instituição, Braga da Cruz, na tomada de posse do segundo mandato de quatro anos.

"Os tempos não são de expansão, mas de consolidação. No entanto, persistimos na ideia de abrir à área das ciências da saúde, na convicção de que será no domínio das ciências da vida que se travarão, no futuro próximo, as grandes batalhas em defesa da dignidade humana", realçou o professor. A instituição "tem um projecto, já apresentado ao Governo, de criar em Sintra uma faculdade de ciências da saúde, associada a um hospital universitário e aberta ao ensino da medicina, em parceria com o grupo José de Mello Saúde e que conta com o apoio do município local".

"O projecto visa, entre outros objectivos, a criação de um centro de tratamento de cancro e procurará a excelência nas áreas das neurociências e da cardiologia", adiantou Braga da Cruz. A iniciativa visa também "inovar na prestação dos cuidados de saúde aos utentes do Serviço Nacional de Saúde de toda a vasta área ocidental metropolitana de Lisboa, contribuindo para que não tenham que continuar a procurar na capital cuidados mais exigentes".

O reitor queixou-se das hostilidades verificadas nos quatro anos do seu primeiro mandato. "Retiraram-nos apoios financeiros, tentaram dividir-nos geograficamente, quiseram eliminar a nossa liberdade e autonomia, pretenderam impedir-nos de prosseguir com algumas actividades, como aconteceu com o prestigiado centro de sondagens", disse. "Passámos a ser o país da Europa onde o Estado menos apoia as universidades católicas, de acordo com o estudo recentemente elaborado pela Federação Europeia de Universidades Católicas".