"A Escrita Efémera: Crónica de Um Descalabro"

Obra vencedora do Prémio Ler/Fundação Círculo de Leitores lançada hoje

A obra vencedora do Prémio Ler/Fundação Círculo de Leitores 2002, intitulada "A Escrita Efémera: Crónica de Um Descalabro", é lançada hoje em Lisboa, na presença do autor, Rui Miguel Saramago.

O livro, que fala sobre as palavras e a linguagem, vai ser lançado na sede do Círculo de Leitores. A apresentação está a cargo de Jorge Pires, um dos elementos do júri que atribuiu o galardão. Nascido há 33 anos no Porto, Rui Miguel Saramago é doutorado em Matemática e professor no Instituto Superior Técnico. Passou por Moçambique, estudou nos EUA e vive actualmente em Lisboa e, ao contrário da história que criou no seu livro, em que a linguagem está condenada a desaparecer, acredita que esta "conseguirá sempre reinventar-se".

O escritor, que já em 1996 arrebatara o Prémio Ler com o romance "A Fraude", deu também à estampa "A Hora das Neblinas" e é autor de "Autobiografia", uma primeira incursão pela poesia, além de ter obtido o Prémio de Curtas-Metragens no Festival de Avanca.

Criado em 1980 com o objectivo de "estimular e incentivar a produção de originais de escritores em língua portuguesa no domínio da ficção", o Prémio Ler/Fundação Círculo de Leitores tem o valor pecuniário de 15 mil euros e assegura a publicação do livro vencedor. Entre os vencedores de anteriores edições contam-se Fernando Dacosta, Helena Marques ou Miguel Real.