Fumo branco sai finalmente do laboratório Astonishing Urbana Fall

Os Astonishing Urbana Fall vão regressar com um novo trabalho. É esse o mote para o concerto que leva a banda hoje, ao palco do Hard Club de Gaia e, amanhã, ao espaço Le Son, em Coimbra.

A hibernação foi prolongadíssima, mas eis que sai fumo branco do laboratório Astonishing Urbana Fall: quase dois anos depois daquele que terá sido o último concerto da banda no Porto, ao abrigo da iniciativa Arritmias - As Inibições e os Prolongamentos do Humano, os Astonishing parecem prontos para sair da toca e iniciar novo "round". Desta vez, o regresso à vida parece ser para durar: debaixo do braço dos membros da banda de Barcelos anda já "Rhizome (Prelude)", um EP promocional novinho em folha que tem a missão de abrir o apetite para o anunciado próximo álbum dos Astonishing, cujo nome - adivinhe esta... - será, justamente, "Rhizome". A amostra sobe ao palco já hoje, no Hard Club, a partir das 22h, e a dose repete-se amanhã, em Coimbra, no espaço do Le Son.

A confirmarem-se as previsões dos membros da banda, o novo álbum - cujo material será mais electrónico, mais sintetizado e mais jazzístico do que nunca - está mesmo a caminho e deverá chegar aos escaparates ainda antes do final deste ano. Pelo sim, pelo não, o melhor é aproveitar o aperitivo a servir esta noite, e escutar já, em regime de antestreia, as quatro faixas que ocupam o EP já disponível: "Vivvo (Freezing Motion)", "Autogenesis Pilgrimage", "Vivvo (Forward Emotion)" e "Les Trois Heteronymes". Dois pares de temas que constituem o somatório abreviado da pouco assídua actividade dos Astonishing nos últimos quatro anos. Ao que se sabe, a banda andou entretida a fazer aquilo que sabe melhor – experimentar tudo o que produz som –, a compor bandas sonoras sob encomenda - para o "happening" "Romaria da Autogénese", para a "performance" "A Sul de Alguma Memória – Homenagem a Al Berto", para a curta-metragem "Pós", de Regina Guimarães e Saguenail – e a dar vida à Oops!, um complexo instalado numa casa abandonada de Barcelos onde funcionam agora um estúdio e uma escola de música.