Substituição de João Marques Pinto

Teresa Patrício Gouveia é a nova presidente da Fundação de Serralves

Teresa Patrício Gouveia, antiga secretária de Estado da Cultura, foi hoje escolhida para presidente do Conselho de Administração (CA) da Fundação de Serralves, no Porto, substituindo João Marques Pinto, que cessou funções a 31 de Dezembro de 2000.

António Gomes de Pinho, António Sousa Gomes e Vergílio Folhadela Moreira são os vice-presidentes da Fundação neste novo mandato. A obrigação estatutária da Fundação de Serralves determina a renovação obrigatória de três membros do CA no termo de cada mandato de três anos. O CA conta ainda como membros com António Lobo Xavier e Raquel Henriques da Silva.
O CA expressou um voto de reconhecimento "pelo excepcional contributo que deram à Fundação de Serralves, desde o seu início, os administradores cessantes, João Marques Pinto, Bernardino Gomes e Vasco Airão", cita a Lusa.
Acrescenta ainda que o trabalho de João Marques Pinto à frente da Fundação "constituirá uma referência para os que agora têm a responsabilidade de orientar esta instituição".
A inauguração do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, com o edifício concebido pelo arquitecto Siza Vieira, foi o facto mais destacado dos onze anos de vida da Fundação, que recebeu recentemente a Medalha de Honra da Cidade.
O museu tem vindo a bater sucessivos recordes de visitantes, tendo sido visitado por 153 mil pessoas no primeiro trimestre de 2000, mais cinco mil visitas do que em todo o ano de 1999, ultrapassando todas as expectativas.

Sugerir correcção