• É preciso recuar, pelo menos, 450 mil anos. A história envolve um lago que transborda e inundações catastróficas. As provas estão em vales e buracos gigantes escavados pela erosão no fundo do mar. Este é o “Brexit” 1.0, dizem os investigadores. Aquele em que ninguém votou.

  • Espécie que viveu há 70 milhões de anos estava munida de um sistema sensitivo no focinho.

  • Para manter os nossos estilos de vida actuais, precisamos hoje dos recursos de mais de uma Terra e meia. Estamos a deixar o planeta exaurido – e é isso que deixa bem claro o Relatório Planeta Vivo 2016, da organização ambientalista WWF. Um alerta que nunca é de mais lembrar, até porque a gigantesca pegada ecológica que estamos a deixar na Terra está a esmagá-la ao ponto de haver cientistas que propõem que, a partir de meados do século XX, começou mesmo uma nova época geológica, o Antropoceno