Dizer que uma determinada etnia é burra, a liberdade que nos faltava

Se é OK cometer crimes de discurso de ódio na AR, porque não fazer o mesmo nos cafés, nas ruas, nas redes sociais e nos locais de trabalho?

Ouça este artigo
00:00
04:12

Ventura disse que “os turcos não são propriamente conhecidos por serem o povo mais trabalhador do mundo”. Está aqui contida a imputação de um defeito de personalidade a uma nacionalidade ou etnia. É claro que a declaração tem contornos criminais. Alexandra Leitão, de forma brilhante, encarregou-se de formular a pergunta de forma a não existir margem para dúvidas: “Se uma determinada bancada disser que uma determinada raça ou etnia é mais burra ou preguiçosa também pode?”

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 159 comentários