A coreógrafa Diana Niepce quer que o corpo diverso seja o novo normal

Coreógrafa, intérprete, activista, assume a curadoria do ciclo Corpos Políticos, na Culturgest, Lisboa. Pretende alargar o espaço de discussão para que haja mais artistas com deficiência a criar.

Foto
Diana Niepce em O Outro Lado da Dança, que será apresentado na Culturgest Paulo Pimenta
Ouça este artigo
00:00
17:26

Diana Niepce não quer ser uma história inspiradora. Não quer ser o exemplo de superação que nela insistem ver. Não quer que lhe digam que é uma lutadora. Fica incomodada quando a põem na vitrina onde são expostas as histórias inspiradoras.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Comentar