Forças ucranianas interceptam 14 de 19 mísseis lançados pela Rússia

Foi o maior ataque com mísseis russos contra a Ucrânia nas últimas semanas. Defesa aérea interceptou todos os mísseis enviados para Kiev, mas outras regiões foram atingidas. Uma pessoa morreu.

guerra-ucrania,mundo,russia,ucrania,europa,
Fotogaleria
Socorristas trabalham num edifício danificado durante a noite por um ataque de míssil russo Reuters/STATE EMERGENCY SERVICE OF UKRAI
guerra-ucrania,mundo,russia,ucrania,europa,
Fotogaleria
Socorristas trabalham num edifício danificado durante a noite por um ataque de míssil russo Reuters/STATE EMERGENCY SERVICE OF UKRAI
guerra-ucrania,mundo,russia,ucrania,europa,
Fotogaleria
Socorristas trabalham num edifício danificado durante a noite por um ataque de míssil russo EPA/SERGEY KOZLOV
guerra-ucrania,mundo,russia,ucrania,europa,
Fotogaleria
Socorristas trabalham num edifício danificado durante a noite por um ataque de míssil russo EPA/SERGEY KOZLOV
Fotogaleria
Socorristas trabalham num edifício danificado durante a noite por um ataque de míssil russo EPA/SERGEY KOZLOV
Fotogaleria
Socorristas trabalham num edifício danificado durante a noite por um ataque de míssil russo EPA/SERGEY KOZLOV
Ouça este artigo
00:00
02:07

Os aviões de guerra russos dispararam 19 mísseis de longo alcance contra alvos na Ucrânia na manhã de sexta-feira, matando um civil numa região central e ferindo outros quatro, disseram autoridades de Kiev. Uma instalação industrial ficou danificada. "Infelizmente, uma pessoa morreu. Preliminarmente, quatro pessoas estão feridas. Estão todas no hospital. Duas pessoas estão em estado grave", disse o governador regional de Dnipropetrovsk, Serhiy Lysak, no Telegram.

O ataque foi a primeira grande salva de mísseis que a Rússia disparou contra alvos ucranianos, incluindo a capital, nas últimas semanas. Os ataques aéreos têm sido efectuados principalmente com drones para ataques nocturnos.

As defesas aéreas derrubaram 14 mísseis lançados sobre sobre a região em torno de Kiev e a região central de Dnipropetrovsk , disse o porta-voz da Força Aérea, Yuriy Ihnat, em comentários na televisão. O ataque danificou uma instalação industrial não identificada e mais de uma dúzia de casas nas cidades de Pavlohrad e Ternivka e na vila de Yuryivska, disse Lysak.

A Rússia usou sete bombardeiros Tu-95 para lançar mísseis em diferentes regiões do país, informou a Força Aérea em comunicado. Serhiy Popko, chefe da administração militar de Kiev, disse que a capital ucraniana foi alvo do ataque, mas que todos os mísseis foram derrubados pelas defesas aéreas da cidade à medida que se aproximavam. Outros cinco mísseis, noutras regiões da Ucrânia, não foram interceptados.

No entanto, os destroços desses mísseis danificaram casas privadas em várias comunidades na região de Kiev, partindo janelas e destruindo algumas paredes, disse o governador Ruslan Kravchenko. Os alertas aéreos foram anunciados por volta das sete da manhã (cinco da manhã em Portugal Continental) e duraram mais de duas horas.

As autoridades também relataram um ataque nocturno com mísseis que atingiu a região nordeste de Kharkiv. O ministro do Interior, Ihor Klymenko, disse que as equipas de resgate e a polícia estavam a remover os escombros depois de o ataque ter danificado um prédio residencial de cinco andares, pelo menos sete casas e 20 carros.

Sugerir correcção
Comentar