Relato de uma rendição

Aquilo a que estamos a assistir é a um mero combate, de um pragmatismo sem concessões nem limites, pelos votos de uma população, malgré soi, tristemente cativa

Ouça este artigo
00:00
06:56

Ainda antes do terramoto que mudou a vida política portuguesa, Luís Montenegro anunciou, em setembro, que, ao contrário do que tinha sido a sua posição anterior, o PSD passara a defender o pagamento integral do tempo de serviço dos professores, faseado por cinco anos. Fê-lo sem saber exatamente o custo da medida, mas estimou-o em “250 a 300 milhões de euros”. Já em novembro, no congresso do PSD, como todos estarão recordados, garantiu que, no Governo, iria “aumentar, de acordo com a lei, as pensões de uma forma geral, mas […] também, de forma gradual e até ao final da legislatura, colocar a referência do complemento solidário para idosos nos 820 euros”.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 40 comentários