O direito das mulheres a um salário por inteiro

As tutelas governativas associaram-se, e bem, à evocação do Dia da Igualdade Salarial. Aguarda-se o dia em que se associarão efetivamente ao direito das mulheres a um salário por inteiro.

Quem prestou atenção à informação recentemente veiculada a propósito do Dia Nacional da Igualdade Salarial pode ter ficado sem saber qual o valor do diferencial remuneratório entre homens e mulheres em Portugal. Várias estatísticas foram divulgadas, embora sem o enquadramento que clarifique as diferenças metodológicas inerentes. Procuro aqui, com todo o esforço de síntese, contribuir para esse esclarecimento.

Sugerir correcção
Ler 24 comentários