O pacotinho de amor de Gastón Solnicki

Na competição do Porto/Post/Doc, A Little Love Package é um retrato terno de uma outra Viena, simultaneamente mítica e real. Um filme que é ao mesmo tempo uma ficção e um documentário.

Foto
O argentino Gastón Solnicki Vittorio Zunino Celotto/Getty Images

É uma regra clássica da ontologia do cinema: a partir do momento em que se decide onde colocar uma câmara, quaisquer pretensões de neutralidade voam janela fora, porque escolher pôr a câmara aqui em vez de acolá já implica uma opção, uma decisão, que irá alterar o registo do que se passa à sua frente. Se essa ideia do documentário como registo neutro do real já desapareceu há muito tempo, no entanto, as questões continuam a levantar-se sempre que nos deparamos com um objecto que parece alegremente marimbar-se nas etiquetas.

Sugerir correcção
Comentar