Do olhar de um santo louco ao pesadelo do cárcere iraniano: a competição no Leffest

Um percurso pela competição do Leffest, de Goutte d’Or a Leila’s Brothers, passando por Nação Valente.

Foto
Leila’s Brothers: no momento em que o Irão vem para a rua gritar o seu desespero, o seu vai ou racha pela liberdade, a sua cinematografia mostra uma energia para se renovar que é rara e uma capacidade de explicitação, apesar dos ataques à liberdade de expressão

Os olhos bem abertos de Karim Leklou vão acompanhar-nos, vai uma aposta?, ao longo da competição do Leffest, festival que se realiza em Lisboa e Sintra de 10 a 20 de Novembro. Eles mostram-se, mais o (seu) medo, em Goutte d’Or, de Clément Cogitore (14 de Novembro, 21h30, Cinema Nimas; 16 de Novembro, 14h, Centro Cultural Olga Cadaval, Sintra).

Sugerir correcção
Comentar