Do dia livre à “happy Friday”. O caminho da semana de quatro dias já começou

Longe de serem a maioria, já há empresas em Portugal a experimentar a semana de quatro dias. Os modelos variam: há quem tenha o dia de sexta-feira, há quem tenha a tarde ou uma sexta por mês.

Foto
O projecto-piloto da semana de quatro dias do Governo será lançado em Junho de 2023, mas algumas empresas já a experimentam de forma voluntária NELSON GARRIDO

Trabalho, trabalho, trabalho, trabalho, trabalho. Descanso, descanso. Parece que sempre trabalhámos da mesma forma, mas será que tem mesmo de ser assim? O projecto-piloto de uma semana de quatro dias, apresentado nesta quarta-feira pelo Governo e que será lançado em Junho do próximo ano, põe o assunto em cima da mesa e, em Portugal, já há empresas que tentam aplicar uma semana mais curta de forma voluntária. Os modelos são vários e muitos deles não correspondem em absoluto a um dia livre extra por cada semana trabalhada mas deles transparece uma vontade de mudar a forma como sempre fizemos as coisas.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários