Quartel do Monte Pedral: de “ilha impenetrável” a ensaio de uma outra cidade

Projecto Destrinco abre o antigo quartel à cidade até domingo. Na “nova” rua do Porto, entre a Constituição e Egas Moniz, há actividades para pequenos e grandes, espaço de lazer, comida, música. Um ensaio de uma cidade onde o carro não é protagonista

Foto
Projecto Destrinco decorre até domingo no antigo quartel de Monte Pedral, na Constituição Thiago Liberdade

A “ilha impenetrável”, bem no centro geográfico do Porto, abriu caminhos. E, de repente, a cidade cresceu. Laura Lupini chama “rua aberta” ao espaço dentro do antigo quartel do Monte Pedral, ligação entre as ruas da Constituição e de Egas Moniz. Desde sábado passado, o Porto também é ali: numa avenida comprida e larga onde os carros não entram. Este sábado e domingo, o projecto Destrinco volta a ter actividades para miúdos e graúdos. E esse sonho, em forma de ensaio, de uma outra cidade onde as pessoas são protagonistas. Durante a semana, é lugar de passagem para todos e recebe escolas da zona.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários