Em quase três anos de pandemia na província chinesa de Guizhou (Sudoeste), apenas morreram duas pessoas com covid. Na noite de sábado para domingo, morreram 27, quando se voltou a camioneta que as levava para um local de confinamento na montanha, a 200 quilómetros de distância. São vítimas colaterais da política oficial de "covid zero".

Ler 1 comentários