Por que foi revestido a chumbo o caixão de Isabel II

O cadáver de Guilherme, o Conquistador, que morreu em 1087, estava tão deteriorado que explodiu quando tentaram colocá-lo num “caixão que se mostrou pequeno demais para seu tamanho”.

Foto
Guardas reais transportam o caixão de Isabel II Reuters/POOL

A viagem final da rainha Isabel II da Abadia de Westminster até ao Arco de Wellington, em Londres, e daí para o Castelo de Windsor, na segunda-feira, foi um verdadeiro pesadelo para os oito soldados que carregaram o seu caixão, em vários momentos-chave da viagem, em parte porque o caixão de madeira foi revestido a chumbo.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários