Pensar como uma floresta no festival Ponto d’Orvalho

Para além de Coby Sey, a cantora japonesa Hatis Noit, a artista Gabriela Albergaria ou a escritora Djaimilia Pereira de Almeida, são alguns dos nomes participantes no festival Ponto d’ Orvalho, que se move entre a arte e a ecologia. Desta sexta-feira a domingo, na Herdade do Barrocal de Baixo, em Montemor-o-Novo.

Foto
Inês Tartaruga Água e Xavier Paes proporão uma performance sonora junto da barragem Miguel Vieira Pinto

Haverá concertos, performances, caminhadas, debates, palestras ou refeições comunitárias, com artistas, músicos, cientistas, agricultores, cozinheiros ou activistas locais. É a terceira edição do festival Ponto d’ Orvalho, congregando intervenções artísticas, sociais e ecológicas. As edições anteriores aconteceram na Herdade do Freixo do Meio. Agora, sem deixar a zona de Montemor-o-Novo, decorrerá, desta sexta-feira até domingo, na Herdade do Barrocal de Baixo e na Quinta das Abelhas.

Sugerir correcção
Comentar