Governo reforça verbas para evitar deixar cair 2500 camas em residências para estudantes

Os 375 milhões de euros destinados inicialmente pelo PRR para o alojamento universitário não eram suficientes para cobrir os custos de todos os projectos aprovados. Tutela também negoceia mais verbas para apoiar estudantes a encontrar casa face à alta de preços.

Foto
Para já, estão garantidos 9400 lugares em residências universitárias que serão construídas ao longo dos próximos quatro anos Miguel Manso

O Governo vai reforçar o financiamento do Plano Nacional de Alojamento Estudantil (PNAES), para o qual já tinham sido destinados 375 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), uma vez que essa verba não é suficiente para viabilizar dez dos projectos aprovados pelo júri, garantiu ao PÚBLICO a ministra do Ensino Superior, Elvira Fortunato. Em causa estão cerca de 2500 camas novas do total de 12 mil anunciadas em Julho. Para já, estão garantidos 9400 lugares em residências que serão construídas ao longo dos próximos quatro anos.

Sugerir correcção
Ler 16 comentários