Afinal, foram seis os militares do curso de comandos a receber tratamento hospitalar

Apenas um jovem, que realizou um transplante do fígado, continua internado. Está “sujeito a meticulosas intervenções de acompanhamento”, garante o Exército.

Foto
Cerimónia no Regimento dos Comandos ARQUIVO

Afinal não foram dois, mas seis os militares do 138.º curso de comandos que tiveram necessidade de receber tratamento hospitalar, na primeira semana da formação. Além dos dois jovens que foram internados no terceiro dia do curso, mais quatro tiveram que receber assistência hospitalar no dia seguinte, tendo tido alta entre quinta-feira e sábado passado. Neste momento, apenas o recruta que foi este fim-de-semana sujeito a um transplante hepático, permanece internado.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários