Não, António Costa não é nenhum animal político

Cristalizou-se a ideia de que António Costa é o protótipo do “animal político”. Costa tem a flexibilidade táctica e o poder. Não tem, todavia, nenhuma clareza estratégica.

Às vezes, em conversas com amigos, digo que o que Portugal precisa é de um governo verdadeiramente conservador. Verdadeiramente conservador no sentido em que a sua única promessa, o seu único programa, o seu único desígnio político, seria não fazer rigorosamente nada durante quatro anos. É uma piada, mas gosto de me agarrar ao substrato de seriedade que a coisa tem para manter a pose o máximo tempo possível.

Sugerir correcção
Ler 23 comentários