Queixas de infecções respiratórias aumentaram este Verão em relação ao período pré-pandemia

A partir da vigilância epidemiológica que o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge tem feito de vários eventos de massas, é possível constatar que há mais queixas respiratórias este ano do que em 2019 - e uma circulação anormal destas patologias nos meses de verão. Mas a incidência não é preocupante, diz Ricardo Mexia.

Foto
Está a haver uma circulação anormal de patologias respiratórias durante os meses de verão Rui Gaudencio

Comparativamente ao período pré-pandemia, estão a ser registadas mais queixas de infecções respiratórias este ano, segundo os dados que o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa) tem reunido com base na vigilância epidemiológica de diversos eventos de massas nos últimos meses. Apesar de esta onda de casos não ser um cenário frequente no período de Verão, a incidência não é significativa ao ponto de causar especial preocupação, segundo o epidemiologista do Insa Ricardo Mexia.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários