O novo estatuto do SNS é a última missão de Marta Temido. O que pode mudar?

O primeiro-ministro disse esta terça-feira que Marta Temido só sairia do Ministério da Saúde depois de apresentar um decreto-lei sobre o novo Estatuto do SNS em Conselho de Ministros. Afinal, o que trará a “grande reforma” do Serviço Nacional de Saúde?

Foto
Marta Temido assumiu a pasta da Saúde em 2018 e demitiu-se esta terça-feira LUSA/RODRIGO ANTUNES

O primeiro-ministro já lhe chamou a grande reforma do Serviço Nacional de Saúde (SNS) em Portugal e por isso quer que seja “quem o preparou, quem o trabalhou, quem o tem negociado com os outros membros do Governo” que “o apresente e defenda no Conselho de Ministros”. Será só depois de o Conselho de Ministros aprovar o decreto-lei que regula a nova direcção executiva para o SNS (uma das mudanças previstas no novo estatuto) que Marta Temido deverá abandonar o Ministério da Saúde. Mas o que trará este estatuto?

Sugerir correcção
Ler 11 comentários