Cláudio Martins, o “génio” do vinho português que nos quer fazer passar por tolos

Resumindo: os seus clientes estrangeiros até podem gostar dos nossos vinhos, até podem achá-los fantásticos, até podem ficar incrédulos se os provarem lado a lado com grandes vinhos do mundo, mas depois não os compram, porque os acham “superbaratos”. Eu diria que são burros. Cláudio Martins acha o contrário, que os burros somos nós, os produtores de vinhos portugueses.

Foto
Claudio Martins, Wine Advisor da consultora internacional Martins Wine Advisor Nelson Garrido

O consultor, conselheiro, produtor e vendedor de vinho Cláudio Martins acha que descobriu a verdade. Ou melhor, ele sabe que não descobriu coisa nenhuma, mas quer convencer-nos que sim, que somos todos uns tansos ao insistirmos em vender vinhos tão, tão baratos que por serem tão, tão baratos os clientes estrangeiros não os compram. Foi o que o badalado adviser, com carreira em Inglaterra e instalado agora em Portugal, disse numa entrevista ao jornalista Edgardo Pacheco.

Sugerir correcção
Ler 21 comentários