Uma fatwa quando chega pode mesmo ser para sempre

Um pedaço de papel dactilografado às ordens de um líder religioso que morreria pouco depois provocou morte e devastou vidas. Foi há 33 anos, em Teerão. Salman Rushdie publicara Os Versículos Satânicos um ano antes.

Foto
MCT/Olivier Douliery

Publicada a 14 de Fevereiro de 1989 por Ali Khomeini, Guia Supremo da República Islâmica do Irão, a fatwa contra Salman Rushdie foi renegada pela presidência iraniana, em 1998, pela voz de Mohammad Khatami (o caso “está completamente encerrado”, disse o reformista). Apenas sete anos depois, o ayatollah Ali Khamenei, sucessor de Khomeini, afirmou que o decreto continuava em vigor.

Sugerir correcção
Comentar