Osvaldo Silvestre sobre Ana Luísa Amaral: “É altura de reabrir os livros e voltar a lê-la, em silêncio ou em voz alta”

O professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Osvaldo Manuel Silvestre, escreve sobre a escritora Ana Luísa Amaral (1956-2022).

Foto
Ana Luísa Amaral fotografada em Leça da Palmeira em 2013 fvl Fernando Veludo/NFACTOS

Creio que conheci a poesia de Ana Luísa Amaral num contexto de certo modo coimbrão, já que acedi à obra por meio de um prefácio ou posfácio a um dos seus primeiros livros, da autoria de Maria Irene Ramalho de Sousa Santos, distinta professora de Estudos Anglo-Americanos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, uma instituição na qual Ana Luísa deixou uma marca, como percebo sempre que falo com os meus colegas de Estudos Anglo-Americanos.

Sugerir correcção
Comentar