O que já ganhou e perdeu o campeonato nacional com o mercado de transferências

Clubes ultimam plantéis com a hipótese de comprarem ou venderem jogadores até 31 de Agosto. Benfica tenta recuperar o tempo perdido. O Sporting está na expectativa e FC Porto procura reinventar-se.

Foto
O Benfica perdeu Darwin Núnez, aqui em disputa clássica com o portista Otávio Reuters/PEDRO NUNES

Em dia de inaugurar oficialmente a época 2022/23, a classe dos treinadores enfrenta uma antiga e sempre ingrata realidade, dominada por um mês de competição com o mercado de transferências aberto a todo o tipo de desfechos. Com os recursos possíveis, os clubes portugueses preparam-se para a competição com o comboio em andamento, antecipando cenários com planos alternativos, dando os últimos retoques, sempre na esperança de conseguirem uma milagrosa revolução cosmética.

Sugerir correcção
Comentar