As vantagens de Putin e os dilemas de Zelensky

Os ucranianos mantiveram a capital, mas capitularam nos múltiplos campos de batalha do Leste e do Sul do país. Putin trocou o médio prazo da substituição do poder na Ucrânia pelo longo prazo da partição do seu território.

A Rússia não vai desanexar o que anexou em 2014. A Rússia não vai desocupar o que ocupou em 2022. Voluntariamente, não o fará. Os territórios no Leste e no Sul da Ucrânia que Moscovo controla e ocupa serão, inevitavelmente, anexados, com ou sem a farsa dos referendos. A vontade de expansão de Vladimir Putin é impossível de satisfazer e não terá retorno.

Sugerir correcção
Ler 12 comentários