Jeremy Hespeler-Boultbee, o jornalista que viu a Guerra Colonial a convite do Estado Novo

Depois do início da Guerra Colonial, em 1961, o jornalista canadiano Jeremy Hespeler-Boultbee recebeu um inusitado desafio: podia visitar Angola e Moçambique com o beneplácito do Governo de Oliveira Salazar. O que fez entre 1963 e 1964. Quase 60 anos depois, descreve em livro essa aventura pessoal sem perder de vista o pulsar do momento, nem a perspectiva do que a história veio a revelar deste então.

Foto

Muitos anos depois da sua incursão por Angola e Moçambique, que visitou enquanto freelancer do jornal canadiano Globe and Mail em 1963, a convite do Governo de António de Oliveira Salazar, John Jeremy Hespeler-Boultbee voltava a Portugal para ficar.

Sugerir correcção
Ler 17 comentários