Steve Bannon aceita testemunhar na comissão de inquérito à invasão do Capitólio

O antigo principal conselheiro do ex-Presidente Donald Trump foi acusado de desobediência ao Congresso e pode ser condenado a dois anos de prisão. O Departamento de Justiça considera que a reviravolta de Bannon é apenas uma manobra para convencer o juiz a ser brando na sentença.

Foto
As declarações de Bannon vão ser prestadas à porta fechada Reuters/Carlos Barria

A poucos dias de começar a ser julgado por desobediência ao Congresso dos Estados Unidos da América, num processo em que pode ser condenado a dois anos de prisão e a multas de centenas de milhares de dólares, Steve Bannon — o principal conselheiro da Casa Branca no primeiro ano de mandato do ex-Presidente Donald Trump — aceitou testemunhar na comissão especial de inquérito à invasão do Capitólio dos EUA.

Sugerir correcção
Comentar