Forças de Segurança do Rio de Janeiro já provocaram 74 chacinas desde Agosto de 2020

As forças policiais mataram 330 civis na região metropolitana do rio desde que Cláudio Castro, aliado de Bolsonaro, assumiu como governador interino em Agosto de 2020. O ano passado, uma em cada três mortes no estado foram às mãos das forças de segurança.

Foto
Divone Ferreira no funeral da filha, Gabriela Ferreira, uma das vítimas da operação policial na favela Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, na terça-feira Reuters/LUCAS LANDAU

Desde que Cláudio Castro assumiu como governador interino do Rio de Janeiro, em agosto de 2020, as forças de segurança do estado já realizaram 74 operações com pelo menos três mortos. No total, essas acções provocaram a morte de 330 civis, indica um levantamento produzido Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (GENI) da Universidade Federal Fluminense (UFF) a pedido da Folha de S.Paulo.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários