A teoria racista da substituição “espalha-se como um vírus” nos EUA

Desde 2018, três homens brancos norte-americanos mataram 44 pessoas em ataques contra as comunidades judaica, negra e hispânica. Todos eles acreditam na teoria da conspiração de que a população branca está a ser substituída por minorias, uma ideia cada vez mais disseminada no Partido Republicano e no canal Fox News.

Foto
O ataque em Buffalo, no sábado, foi o terceiro desde 2018 com base numa conspiração promovida pela extrema-direita dos EUA Reuters/BRENDAN MCDERMID

Ruth Elizabeth Whitfield tinha acabado de visitar o marido num lar para idosos, ao início da tarde de sábado, quando entrou numa loja da cadeia de supermercados Tops, em Buffalo, no estado norte-americano de Nova Iorque, sem saber que aquela seria a sua última decisão em 86 anos de vida.

Sugerir correcção
Ler 103 comentários