Só ouves o que queres ouvir

Os nossos avós queixavam-se de falta de informação. Nós, de excesso. Perante essa saturação, por defesa, regressamos às convicções que nos confirmam, ou aceitamos ideias falsas.

Um casal de idosos discutia no café e talvez por isso reinava um silêncio comprometido em redor. Às tantas, ela exclamou, em evidente desespero: “Só ouves o que queres ouvir! Nunca irás mudar!”

Sugerir correcção
Ler 5 comentários