Igor Khashin: “Garanto, com toda a seriedade, que não enviámos dados para qualquer autoridade russa”

Igor Khashin e Yulia Khashina, o casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal, respondem a todas as perguntas sobre o caso que lançou dúvidas sobre o sistema de acolhimento português e dominou, nas últimas semanas, o debate político no país.

Foto
FRP - Francisco Romao Pereira - 12 Maio 2022 - Portugal, Lisboa. Retratos a Igor Kashin e Julia Kashin, casal russo residente em Setubal, apos terem sido ouvidos na sede da Comissao Nacional de Protecao de Dados (CNPD), na Avenida D. Carlos I.? FRANCISCO ROMAO PEREIRA?

Igor Kashin e Yulia Khashina, ou melhor, Júlia, uma vez que já adoptou o nome português, são os dois cidadãos russos sobre os quais se levantou a suspeita de que poderiam estar a recolher informações junto de refugiados ucranianos para ceder à embaixada da Rússia. Quiseram dar esta entrevista ao jornal O Setubalense e ao PÚBLICO para contarem a sua versão dos factos. Negam as acusações, relatam encontros com o cônsul da Ucrânia no passado, afirmam que a guerra é uma tragédia e descrevem o trabalho de 20 anos que, dizem, “foi destruído num dia”.

Sugerir correcção
Ler 89 comentários