Modernização dos C-130 e aquisição de hélis da Marinha falharam em 2021

Seis projectos da Defesa derraparam no ano passado e já não terminam dentro do prazo. Equivalem a cerca 10% do projectado na Lei de Programação Militar de 2021. A execução do ano passado foi a mais baixa desde 2017.

Foto
Execução da LPM em 2021 foi a mais baixa dos últimos anos José Sena Goulão

A rede fixa de comunicações militares, o sistema de contra informação das Forças Armadas, a compra de helicópteros da Marinha, a construção de dois navios salva vidas, a modernização dos C-130 e a compra de helicópteros ligeiros de ataque são os seis projectos na área da Defesa que estavam calendarizados para 2021 e cujos prazos de conclusão já derraparam em resultado da baixa execução da Lei de Programação Militar (LPM) no ano passado. Os projectos que estão naquilo a que a Defesa chama de “caminho crítico” estão elencados no relatório sobre a execução da LPM.

Sugerir correcção
Ler 27 comentários