Francisco Rodrigues dos Santos: “O CDS só tem salvação de estivermos todos no mesmo barco”

Nuno Melo foi recebido com aplausos dos congressistas de pé.

Foto
Francisco Rodrigues dos Santos discursou e abandonou o congresso JOSÉ COELHO/LUSA

Recebido com frieza no pavilhão do 29.º Congresso, o líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos,​ enterrou o machado de guerra, mas não deixou de apontar o dedo aos críticos e de falar sobre a herança que recebeu. E apelou à união: “O CDS só tem salvação de estivermos todos no mesmo barco.”

Sugerir correcção
Ler 4 comentários