Uma palestra-performance-oficina que é “um primeiro passo para pensar a história da cultura trans de Portugal”

O que vem depois da esperança?, concebido e encenado por Hilda de Paulo, pode ser visto a partir desta quinta-feira, Dia Internacional da Visibilidade Transgénero, na Mala Voadora, no Porto.

Foto
Hilda de Paulo em primeiro plano Paulo Pimenta

A artista transfeminista Hilda de Paulo não quis fazer teatro. O que vem depois da esperança?, com estreia agendada para esta quinta-feira, Dia Internacional da Visibilidade Transgénero, é uma palestra, uma performance, uma oficina, uma mistura de tudo isso ou, como ela diz, “um entre”.

Sugerir correcção
Comentar