Boa parte da acusação de Tancos não sobreviveu à sentença que absolveu 12 arguidos

Foi apontado como sendo um megaprocesso, com 23 arguidos acusados de dezenas de crimes. E todas as acusações nele contidas reflectiram a gravidade e a dimensão do que estaria em causa. Esta sexta-feira, além do ex-ministro Azeredo Lopes, outros 11 arguidos foram absolvidos.

azeredo-lopes,forcas-armadas,sociedade,ministerio-publico,policia-judiciaria,defesa,
Fotogaleria
João Paulino foi condenado LUSA/PAULO CUNHA
azeredo-lopes,forcas-armadas,sociedade,ministerio-publico,policia-judiciaria,defesa,
Fotogaleria
Ex-ministro Azeredo Lopes foi absolvido LUSA/PAULO CUNHA

Boa parte da acusação do caso Tancos, deduzida dois anos depois do assalto ocorrido em 2017, não sobreviveu à sentença lida esta sexta-feira no Tribunal Judicial de Santarém. A começar pela imputação que era feita ao ex-ministro da Defesa José António Azeredo Lopes, que no final disse que saía deste julgamento como entrou: “De cabeça levantada.”

Sugerir correcção
Ler 3 comentários