O precioso Bernardo Sassetti Trio sem mapa nem plano

Culturgest 2007 recupera em disco o concerto com que o pianista assinalou os dez (ou seriam doze?) anos do trio que mantinha com Carlos Barretto e Alexandre Frazão. Documento de uma formação em estado de graça, aberta ao imprevisto e a qualquer epifania em que pudesse tropeçar.

Foto
Pedro Cunha/Arquivo

A 29 de Setembro de 2007, Bernardo Sassetti apresentou-se com o seu trio – partilhado com Carlos Barretto (contrabaixo) e Alexandre Frazão (bateria) – na Culturgest, em Lisboa, a fim de comemorar o 10º aniversário da formação. Acontece que, feitas bem as contas – e o pianista fê-las em palco, nessa noite –, tocavam juntos há 12 anos. Só que “os primeiros dois anos foram para esquecer”, gracejou então Sassetti, desembaraçando-se de dois coelhos com uma só piada: a eventual formalidade da comemoração era chutada para longe e qualquer sentimento de traição pelo hipotético “engodo” era apagado prontamente pela ridícula importância dos números.

Sugerir correcção
Comentar