Desmond Tutu, o arcebispo que não calou a defesa dos mais fracos

O religioso que se tornou porta-voz internacional da luta contra o apartheid na África do Sul, e que liderou o processo de reconciliação, também usou a sua voz - e o seu sentido de humor - para defender outras causas, da Palestina ao Tibete até à luta contra as alterações climáticas.

O ex-arcebispo sul-africano Desmond Tutu dança com o Coro Gospel de Soweto durante o lançamento do livro <i>Tutu: O Retrato Autorizado</i>
Fotogaleria
O ex-arcebispo sul-africano Desmond Tutu dança com o Coro Gospel de Soweto durante o lançamento do livro Tutu: O Retrato Autorizado NIC BOTHMA/EPA
Os vencedores do Prémio Nobel da Paz Madre Teresa de Calcutá e o arcebispo Desmond Tutu encontram-se na Cidade do Cabo, África do Sul, a 10 de Novembro de 1988
Fotogaleria
Os vencedores do Prémio Nobel da Paz Madre Teresa de Calcutá e o arcebispo Desmond Tutu encontram-se na Cidade do Cabo, África do Sul, a 10 de Novembro de 1988 ULLI MICHEL/Reuters
O arcebispo Desmond Tutu protege-se da chuva em Trafalgar Square, Londres
Fotogaleria
O arcebispo Desmond Tutu protege-se da chuva em Trafalgar Square, Londres HELEN ATKINSON/Reuters
O presidente do movimento político Sinn Fein, Gerry Adams, com o arcebispo da África do Sul Desmond Tutu numa vista à Irlanda do Norte para promover a paz
Fotogaleria
O presidente do movimento político Sinn Fein, Gerry Adams, com o arcebispo da África do Sul Desmond Tutu numa vista à Irlanda do Norte para promover a paz PAUL MCERLANE/Reuters
Desmond Tutu posa com uma cópia do livro <i>Tutu: O Retrato Autorizado</i>
Fotogaleria
Desmond Tutu posa com uma cópia do livro Tutu: O Retrato Autorizado NIC BOTHMA/EPA
Desmond Tutu participa num serviço religioso numa igreja em Deventer, na Holanda
Fotogaleria
Desmond Tutu participa num serviço religioso numa igreja em Deventer, na Holanda ILVY NIJOKIKTJIEN/EPA
O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, o arcebispo Desmond Tutu e outros membros da delegação sul-africana comemoram depois de ser anunciado que a África do Sul iria sediar o Campeonato do Mundo de futebol de 2010
Fotogaleria
O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, o arcebispo Desmond Tutu e outros membros da delegação sul-africana comemoram depois de ser anunciado que a África do Sul iria sediar o Campeonato do Mundo de futebol de 2010 EPA
O ex-presidente da FIFA Joseph Blatter e o arcebispo Desmond Tutu antes da festa de gala FIFA Ballon d'Or 2010 em Zurique, Suíça
Fotogaleria
O ex-presidente da FIFA Joseph Blatter e o arcebispo Desmond Tutu antes da festa de gala FIFA Ballon d'Or 2010 em Zurique, Suíça PATRICK B. KRAEMER/EPA
O arcebispo Desmond Tutu com Dalai Lama
Fotogaleria
O arcebispo Desmond Tutu com Dalai Lama MIKE HUTCHINGS/Reuters
O ex-presidente dos EUA Barack Obama ao lado de Desmond Tutu numa visita ao Centro Juvenil da Fundação HIV na cidade do Cabo
Fotogaleria
O ex-presidente dos EUA Barack Obama ao lado de Desmond Tutu numa visita ao Centro Juvenil da Fundação HIV na cidade do Cabo JASON REED/Reuters
O arcebispo sul-africano Desmond Tutu
Fotogaleria
O arcebispo sul-africano Desmond Tutu JUDA NGWENYA/Reuters
Desmond Tutu durante a sessão de encerramento do Fórum Económico Mundial em Davos, Suíça
Fotogaleria
Desmond Tutu durante a sessão de encerramento do Fórum Económico Mundial em Davos, Suíça ALESSANDRO DELLA BELLA/EPA
O arcebispo Desmond Tutu durante a inauguração de um arco em sua homenagem no exterior da Catedral de São Jorge na Cidade do Cabo, África do Sul
Fotogaleria
O arcebispo Desmond Tutu durante a inauguração de um arco em sua homenagem no exterior da Catedral de São Jorge na Cidade do Cabo, África do Sul MIKE HUTCHINGS/Reuters
O arcebispo sul-africano Desmond Tutu
Fotogaleria
O arcebispo sul-africano Desmond Tutu ILVY NIJOKIKTJIEN/EPA

Morreu o arcebispo sul-africano Desmond Tutu, voz da luta contra o apartheid na África do Sul e Prémio Nobel da Paz por essa luta. A causa de morte do arcebispo de 90 anos não foi indicada mas Tutu tinha, há anos, cancro da próstata.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários