Alavancada pela ciência, foi posta em marcha uma revolução na Doca de Pedrouços

Projecto deverá estar concluído em dois anos e irá requalificar as antigas naves da Docapesca, na zona de Belém e Algés. Implicará um investimento de 70 milhões, partilhado pelas fundações Champalimaud e Gulbenkian, para ali serem montados centros de investigação ligados à neurociência e à inteligência artificial e aos impactos das alterações ambientais na saúde.

Foto
Maquete do futuro Ocean Campus DR

Nunca houve um tempo em que a ciência estivesse tão presente no nosso dia-a-dia, por isso as neurociências e a inteligência artificial e os impactos das alterações ambientais na saúde terão novos espaços dedicados à investigação num ambicioso pólo de ciência, que há-de nascer à beira-Tejo nos próximos dois anos.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários