Câmara de Loulé rejeita instalação de unidade de resíduos com vista para o mar

O processo decorre há quase ano e meio nos serviços de urbanismo mas o executivo autárquico só tomou conhecimento quando a população se revoltou, há três semanas.

Foto
Está previsto instalar o equipamento nos antigos armazéns das pedreiras da empresa Barrabrita/Manuel Joaquim Pinto Nelson Garrido

O projecto de instalação de uma unidade de triagem de resíduos indiferenciados, no sítio Matos da Picota, com vista para o mar, vai ser reprovado pelo município de Loulé. “Não vão contar com o acordo da câmara municipal para licenciar uma coisa destas”, garantiu o presidente do município, Vítor Aleixo, na última reunião da assembleia municipal. Uma delegação de moradores, na mesma ocasião, entregou na mesa da assembleia municipal um abaixo-assinado de protesto com mais de mil assinaturas. Subsistem dúvidas quanto à natureza e perigosidade dos resíduos.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários