Jorge Moreira: um enólogo improvável com paixão pelas vinhas

O “Senhor do Vinho” desta Fugas Vinhos faz parte da nova geração de enólogos que levou o Douro (e o Dão) às novas fronteiras dos vinhos de autor. Dono de uma competência técnica notável, Jorge Moreira distingue-se também pela reflexão que produz sobre o vinho e as suas artes. As criações com a sua assinatura na Real Companhia Velha, na Quinta de La Rosa ou os seus Poeira fazem parte do melhor que o Douro produziu nas últimas décadas. Um enólogo irreverente e visionário apresenta-se, na primeira pessoa.

universidade-trasosmontes-alto-douro,vila-real,especial-vinhos,vinhos,douro,fugas,
Fotogaleria
Jorge Moreira faz parte da nova geração de enólogos que levou o Douro (e o Dão) às novas fronteiras dos vinhos de autor NELSON GARRIDO
universidade-trasosmontes-alto-douro,vila-real,especial-vinhos,vinhos,douro,fugas,
Fotogaleria
Dono de uma competência técnica notável, Jorge Moreira distingue-se também pela reflexão que produz sobre o vinho e as suas artes NELSON GARRIDO

Sou um enólogo improvável. Não tenho familiares ligados à viticultura ou enologia nem tão-pouco tinha amigos ligados ao sector. Cresci na cidade do Porto, a minha mãe é farmacêutica e o meu pai engenheiro mecânico. Durante a minha juventude nunca me senti motivado pela escola ou por estudar. As aulas eram suportadas com grande esforço e num enorme exercício de abstracção. Fui fazendo o meu percurso escolar sempre cumprindo os mínimos e sinceramente a pensar que nem era muito esperto nem muito trabalhador.

Sugerir correcção
Comentar