Agência Europeia autoriza vacina da covid-19 para crianças a partir dos cinco anos

A dose da vacina pediátrica é três vezes menor do que a versão para adultos, mas ensaios clínicos mostraram ter uma eficácia semelhante a proteger contra doença sintomática. Portugal ainda não decidiu se a vai aprovar.

Foto
Vacinação de crianças em Israel EPA/ABIR SULTAN

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) recomendou alargar a indicação da vacina contra a covid-19 da Pfizer-BioNtech para crianças entre os cinco e os 11 anos, que até agora só podia ser usada em maiores de 12 anos.