Os sinos dobram por Valentino Rossi em Tavullia

Para Jorge Viegas, presidente da Federação Internacional de Motociclismo, Il Dottore levou a modalidade para patamares que serão difíceis de superar.

Foto
Valentino despediu-se das pistas, mas a "rossimania" vai continuar EPA/Kai Foersterling

Os sinos da Igreja de San Lorenzo, em Tavullia, vila italiana plantada entre a montanha e as águas do Adriático, repicaram a 25 de Junho de 2017. Comemoravam aquela que seria a última vitória de Valentino Rossi, o seu mais ilustre habitante, no Mundial de motociclismo. Foi sempre assim após cada um dos 115 triunfos do piloto. Para esta localidade, convergiram este domingo centenas de fãs vindos de toda a Itália e das mais variadas geografias europeias para assistirem pela televisão à última corrida de uma das maiores lendas do desporto mundial, nove vezes campeão mundial. No final do Grande Prémio (GP) de Valência houve muitas lágrimas, mas também aplausos e festa.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários