Presidente e primeiro-ministro já falaram sobre silêncio na Operação Miríade

Reunião semanal entre Costa e Marcelo não se realizou, apesar de estarem ambos em Lisboa. Pareceres jurídicos alegados por Cravinho não são vinculativos e foram feitos pelos juristas do Ministério da Defesa que já antes aconselharam Azeredo Lopes.

Foto
O Presidente da República é por inerência o Comandante Supremo das Forças Armadas LUSA/HOMEM GOUVEIA

O Presidente da República e o primeiro-ministro já falaram sobre o facto de o ministro da Defesa não os ter informado, nem ao Conselho Superior de Defesa Nacional, sobre as suspeitas de envolvimento de militares numa rede de contrabando de diamantes, ouro, droga e lavagem de dinheiro, investigadas na Operação Miríade​, garantiu ao PÚBLICO fonte oficial do Governo.

Sugerir correcção
Ler 49 comentários