Seis bastonários pedem levantamento rigoroso das carências e atrasos do SNS

Seis bastonários da área da Saúde escrevem um artigo de opinião no PÚBLICO onde deixam um alerta sobre a actividade do SNS: “Não estamos sequer a níveis pré-pandemia, quanto mais recuperar”

Foto
Rui Gaudencio

Queixam-se de exaustão, fadiga pandémica e dizem enfrentar condições de trabalho marcadas por “inúmeras carências, pela desorganização e pela falta de investimento em sectores fundamentais, como a saúde mental, a saúde oral, a saúde nutricional e assistência farmacológica”. O alerta é dado por seis bastonários num artigo de opinião publicado esta segunda-feira no PÚBLICO. Os profissionais de saúde alertam que as consultas médicas presenciais de Janeiro a Agosto deste ano foram 9.231.586, ou seja, ainda abaixo do mesmo período de 2019, com 13.751.700.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários